transformação digital

Entenda tudo sobre transformação digital e como fazê-la na empresa!

Sharing is caring!

Não importa se a sua empresa se apoia muito ou pouco em tecnologia para gerir rotinas e executar serviços, conhecer a transformação digital é um imperativo. Essa tendência está mudando radicalmente todos os setores da economia. Por isso, se ela não faz parte do seu ramo diretamente, chegou a hora de ficar por dentro dela.

Realizar a transformação digital de sua empresa é fundamental para se manter competitivo ou até mesmo superar a concorrência. Os processos e decisões passarão a ser baseadas em dados ao invés de opiniões, achismos. Ao mesmo tempo, a empresa conseguirá diminuir riscos e garantir alto nível de inovação.

Se você quer saber como isso será feito, continue a leitura do texto a seguir!

1. O que é a transformação digital?

A transformação digital é uma tendência tecnológica em que a tecnologia é levada para o centro de todas as operações corporativas. Com ela, mais rotinas serão automatizadas e integradas. Ao mesmo tempo, um número mais amplo de informações circularão em meios digitais.

2. Quais os impactos da transformação digital?

As mudanças que a transformação digital causam no ambiente corporativo mudarão o modo como negócios operam. As rotinas serão mais flexíveis e ágeis. Afinal de contas, os profissionais não precisarão estar no mesmo lugar para tomar uma decisão.

As decisões, aliás, serão movidas por dados. Isso removerá o fator intuitivo no processo decisório da empresa. Como consequência, riscos diminuirão, ao mesmo tempo em que o grau de inovação crescerá.

Já as rotinas, serão mais automatizadas. Isso facilitará o atendimento a demandas externas. Como os times terão menos erros, o hábito de focar no que é relevante será muito maior.

3. Como fazer transformação digital na empresa?

Para fazer a transformação digital no seu negócio, alguns cuidados devem ser tomados. Eles evitam riscos e melhoram o custo-benefício de cada investimento. Além disso, mitigam as chances de os profissionais não mudarem a sua cultura e não engajarem nas mudanças propostas.

Confira, a seguir, alguns passos que devem ser tomados sempre que for investir na transformação digital do seu negócio!

3.1 Repense o negócio

Para que a transformação digital dê certo, é fundamental que ocorra uma completa mudança no modo como a marca se posiciona. Por isso, o negócio deve ser repensado. Do modelo de vendas às metas, tudo precisa ser reavaliado.

A cadeia operacional precisará ser mais flexível e ágil. Já os profissionais, devem se preparar para lidar com a nova realidade. Isso envolverá mais habilidade para adotar novas tecnologias, mudar rapidamente projetos e sempre ter atenção às tendências do setor.

3.2 Desenvolva habilidades

Os treinamentos precisam ser constantes na era da transformação digital. Eles garantem que a equipe se manterá alinhada com os novos padrões do mercado. Ao mesmo tempo, evitarão que a marca tenha um fluxo de trabalho de qualidade não uniforme.

Portanto, não deixe de capacitar os seus times continuamente. Invista em treinamentos para validar novas rotinas e evitar que alguém faça algo fora dos padrões internos. Ao mesmo tempo, utilize cursos para integrar novas tecnologias rapidamente e reduzir as curvas de aprendizado.

3.3 Avalie processos

Os processos devem sempre ser avaliados para evitar que eles sejam executados de modo pouco eficaz. O mesmo vale para identificar se as rotinas seguem os padrões do mercado. Feitas regularmente, tais análises evitam que a empresa se mantenha atrás da sua concorrência.

Portanto, não deixe de validar rotinas e o modo como são executadas. Trabalhe ao lado dos seus profissionais para verificar se tudo está dentro dos padrões internos. Não exite em aplicar feedback se for necessário.

Por meio do benchmark, também valide se a empresa está dentro dos padrões da área. Assim, os pontos fracos do empreendimento podem ser corrigidos antes que se tornem algo grave.

O bacana da digitalização bem feita é que serão definidos pontos monitoramento que vão gerar automaticamente as informações que serão utilizadas para avaliar os processos. Ou seja, será mais fácil avaliar e medir do que um processo manual.

3.4 Engaje todos na empresa

Como apontamos, a transformação digital demanda uma nova cultura para a empresa. Por isso, é importante manter os times engajados. Afinal, são eles que utilizarão as novas ferramentas no seu dia a dia.

Não deixe de sempre manter canais de comunicação abertos. Seja proativo para solucionar qualquer tipo de dúvida. Ao mesmo tempo, trabalhe para identificar e corrigir problemas com conversas de feedback de qualidade.

A comunicação ajuda a engajar equipes por meio da transparência. Todos saberão o que deve ser feito e como cada objetivo será alcançado. Desse modo, as equipes poderão se planejar e garantir que a empresa sempre consiga fazer as mudanças necessárias.

Invista em comunidades, redes sociais internas e canais horizontais de comunicação. Isto dará muito mais agilidade para a troca de informações, resolução de eventuais problemas e favorecerá a transparência.

3.5 Explore ideias

Para aumentar o nível de inovação no ambiente corporativo, não deixe de abrir espaço para novas ideias. Crie um espaço em que a colaboração ocorre de maneira ativa. Da mesma forma, incentive que os profissionais colaborem entre si.

A promoção de um ambiente que capacite a inovação será fundamental para o sucesso da empresa a médio e longo prazo. Com mais abertura para projetos paralelos, novos produtos e soluções podem aparecer. Eles atenderão às demandas existentes, corrigirão falhas internas e prepararão a empresa para o futuro.

Tudo isso pode ser feito com o apoio de soluções de análise de dados. Elas orientam as equipes a definir prioridades e projetos. Com isso, os times podem se engajar em mudanças sem correr grandes riscos.

4. Quais as principais tendências de transformação digital?

Como apontamos, existem várias tecnologias que fazem parte da transformação digital. O investimento em cada uma deve ser pensado de modo estratégico. Isso tornará o impacto da solução mais amplo e alinhado com o que o negócio precisa para ser mais eficaz.

Confira, a seguir, as tecnologias mais importantes e veja como elas impactarão o futuro da sua empresa.

4.1. Automação

Tecnologias que proporcionam ganhos em termos de automação fazem parte de várias novidades da transformação digital e elas serão inseridas em todos os processos do ambiente corporativo.

automação de marketing, por exemplo, garante que a empresa sempre fará as campanhas certas, no momento ideal. A partir da análise do comportamento do consumidor, os sistemas de vendas emitirão descontos automaticamente. Isso torna campanhas de vendas mais efetivas e alinhadas com as demandas do público-alvo do negócio.

A automação de processos repetitivos, utilizando robôs (Robotic Process Automation – RPA) podem aumentar muito a produtividade da equipe e qualidade dos processos, liberando o tempo das pessoas para tarefas mais nobres.

Sistemas de vendas, gestão de relacionamento com o consumidor e gerenciamento interno também contarão com mais automação. Cada aplicativo poderá emitir alertas e executar rotinas, a depender de gatilhos pré-definidos. Dessa maneira, os times poderão focar em atividades críticas sem que isso comprometa o trabalho em outras áreas.

4.2. Análise de dados

A análise de dados é um dos pontos mais importantes da transformação digital. Com mais dados circulando em meios digitais, soluções de data analytics, como o Power BI, podem ser integradas no dia a dia da empresa. Juntas, elas tornam o uso do Big Data mais prático e abrangente.

Integrando o Big Data no dia a dia do negócio, os dados passam a ter um alto valor agregado. Todas as rotinas contarão com mais foco e habilidade de impedir problemas. Ao mesmo tempo, os fluxos de trabalho estarão sempre preparados conforme as demandas dos clientes e parceiros comerciais.

Um dos cenários em que o Big Data pode ser muito útil é no relacionamento com o consumidor. Analisando dados, a empresa pode verificar tendências e o que melhor atinge o seu cliente. Isso terá como resultado a médio e longo prazo uma marca melhor posicionada e com estratégias de relacionamento muito mais eficientes.

Leia também:

4.3. Inteligência artificial

inteligência artificial mudará o modo como sistemas de TI são utilizados. Na área de segurança digital, por exemplo, ela tornará o combate a ameaças mais robusto e preciso. Tudo isso com base na análise contínua do comportamento de usuários.

Uma vez que os sistemas aprendem como os usuários se comportam, eles podem combater comportamentos de risco de modo eficaz. Avaliar se uma ameaça nova comprometeu a conta de alguém, por exemplo, será algo simples. Isso torna o número de interrupções nas rotinas causadas por falsos positivos mais baixo.

Na indústria, a IA conseguirá tornar todo o maquinário mais inteligente. Haverá mais robotização nas cadeias produtivas. Como um impacto direto disso, custos cairão e levarão o negócio a um novo patamar de produtividade.

Todos os sistemas de TI que contaram com recursos de IA conseguirão otimizar a sua usabilidade. Os softwares poderão moldar a apresentação de recursos conforme o perfil de cada usuário. Isso tornará o tempo necessário para acessar as principais funcionalidades mais baixo e, ao mesmo tempo, ampliará a produtividade geral.

No atendimento ao cliente, robôs de atendimento estão sendo escalados para realizar o primeiro atendimento, tirando dúvidas simples dos clientes, 24×7. Serviços cognitivos ajudam a interpretar o que o cliente deseja e seu sentimento, permitindo a intervenção automática com base nestes sinais. Mesmo imagens podem ser analisadas automaticamente. Por exemplo, é possível capturar automaticamente dados em documentos e identificar problemas a partir de fotos enviadas pelos clientes.

4.4. Aplicativos personalizados

O uso de aplicativos personalizados é uma ótima forma de melhorar os resultados da empresa. Eles ficarão moldados conforme o perfil da companhia e as suas necessidades. Além disso, sempre terão os recursos de segurança necessários.

Mas para que o uso de ferramentas personalizadas seja eficaz, a empresa deve ter um bom mecanismo de desenvolvimento. Robusto e de fácil uso, ele deve ter as funcionalidades necessárias para a empresa disponibilizar novas versões do software rapidamente. Isso evita perda de competitividade e prazos.

Baixe o infográfico Dynamics 365Powered by Rock Convert

Power apps é uma nova forma de criar aplicativos personalizados, sem a necessidade de conhecimento de programação. Com base nas tecnologias da Microsoft e na infraestrutura de cloud da empresa, essa solução é mais intuitiva e moderna. Assim, o negócio pode desenvolver, testar, validar e distribuir softwares internos rapidamente sem correr riscos.

4.5. Business Intelligence

Toda empresa deve otimizar as rotinas internas continuamente. No cenário da transformação digital, isso é feito sempre com o apoio de dados, muitos dados. Eles precisam passar por ferramentas capazes de identificar o que pode ser feito para otimizar os resultados tendo, como base, todo o conjunto de informações que o negócio tem em mãos.

Isso é feito com o Business Intelligence. Também chamado de BI, essa tecnologia consegue levar a análise de dados para o ambiente interno. A partir de dashboards interativos, gestores podem verificar tendências internas e reduzir problemas.

Em outras palavras, o investimento no BI coloca a empresa a frente da concorrência ao facilitar a melhoria das atividades internas. Tudo será feito tomando, como base, registros mais amplos e uma visão abrangente sobre a companhia. Dessa maneira, a empresa conseguirá estabelecer um padrão de qualidade contínuo para todos os seus fluxos.

4.6. Internet das Coisas

O investimento na Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT, em inglês) é um dos que pode causar maiores impactos para a empresa. Adotar o IoT melhora a qualidade dos serviços e traz mais automação para a companhia. Ao mesmo tempo, minimiza riscos e coloca mais dados para circularem no ambiente corporativo.

Na logística, a IoT facilita o acompanhamento dos fluxos de trabalho. As mercadorias passarão pela cadeia interna com um acompanhamento em tempo real. Isso reduz as chances de gargalos passarem despercebidos, além de dar mais segurança para o negócio.

Já na indústria, ter o apoio da IoT evita que falhas ocorram. Sempre que um equipamento apresentar problemas, os times terão meios para detectar a falha prematuramente. Desse modo, medidas corretivas poderão ser tomadas rapidamente.

5. Quais os desafios para aplicar na empresa

Aplicar a transformação digital no seu ambiente corporativo traz alguns desafios. Os principais riscos, em geral, são os seguintes:

  • resistência dos times em mudar o fluxo de trabalho;
  • dificuldades no uso das novas tecnologias;
  • riscos de o investimento levar a algum tipo de prejuízo.

O maior risco que uma empresa pode enfrentar quando falamos de uma grande mudança na cultura interna é a resistência dos profissionais. Muitas vezes, as pessoas buscam evitar mudanças, algo que pode prejudicar todos os investimentos na área.

Por isso, a empresa deve manter uma comunicação aberta e direta. Os líderes precisam explicar para as equipes como as mudanças afetarão o seu fluxo de trabalho. Além disso, é crucial reforçar os impactos potenciais e como cada tecnologia tornará o dia a dia de todos mais fácil.

Os treinamentos reduzem a curva de aprendizado e melhoram o uso da solução de TI. Cada colaborador poderá aproveitar mais os recursos e resolver problemas simples com agilidade. Isso atrairá um maior retorno sobre o investimento, assim como menos falhas operacionais.

A empresa deve fazer análises completas sobre os riscos de cada investimento. Saber as demandas e objetivos internos é um passo importante nesse sentido. Isso facilita a busca por uma tecnologia que ataque os problemas internos e, ao mesmo tempo, consiga gerar mais valor agregado para os serviços da empresa.

Já a adoção de medidas preventivas mitiga de modo abrangente os riscos. A empresa terá um conjunto de atividades que reduzem as chances de algo dar errado. Ao mesmo tempo, se as falhas ocorrerem, avaliar o melhor caminho a ser tomado será muito mais prático.

É preciso aliar planejamento com agilidade e uma excelente gestão de projetos e gestão de mudanças.

Leia também:

6. Quais os benefícios de aplicar a transformação digital na empresa?

Aplicar a transformação digital no ambiente corporativo pode trazer diferentes impactos positivos. Juntos, eles contribuem para colocar o negócio a frente da concorrência com serviços de maior valor agregado. Ou seja, tornam a marca muito mais competitiva.

Confira, a seguir, alguns dos impactos que as tecnologias da transformação digital trazem!

6.1. Redução de custos

A redução de custos está associada a vários investimentos em tecnologia. Ter o apoio das ferramentas certas diminui o número de erros no fluxo de trabalho. Ao mesmo tempo, melhora o aproveitamento dos recursos disponíveis.

Adotar as novas tecnologias da transformação digital leva a habilidade da empresa eliminar gastos a um novo nível. Os times poderão identificar, corrigir e mitigar problemas de modo muito mais amplo. Afinal, as análises considerarão mais fatores antes de uma medida ser tomada.

Com o Big Data e o BI atrelados aos processos de tomada de decisão, os erros também serão menos frequentes no planejamento de médio e longo prazo da empresa. Investimentos, projetos e novos serviços considerarão mais pontos ao serem executados. Isso tornará a prevenção de problemas mais dinâmica e eficaz.

6.2. Aumento do nível de automação

A automação é um outro fator que contribui para cortar gastos. Mas ela causa impactos que vão muito além: em um ambiente automatizado, os recursos são melhor aproveitados e as equipes conseguem direcionar mais atenção para o core business.

Se as rotinas são executadas com o apoio da TI, há menos chances de elas darem errado. O fator humano não estará presente, o que melhora a agilidade e a performance da atividade.

Fluxos de trabalho que se apoiam na automação também contam com menores prazos e maior integração. Alertas podem ser enviados entre sistemas para os times certos sempre que uma etapa for finalizada. Isso reduz o tempo para executar novas atividades, além de dar mais integridade e qualidade para as atividades internas.

6.3. Maior inovação

Quando a tecnologia passa a fazer parte do dia a dia da empresa, as chances de ela ser mais inovadora se multiplicam. No caso da transformação digital, isso ocorrerá por meio de diferentes frentes. Tanto a nova cultura interna quanto o modo como os times se preparam para lidar com as necessidades de outros profissionais mudarão a habilidade de o negócio ser mais ousado.

Ferramentas de análise de dados e a inteligência artificial otimizarão as rotinas de tomada de decisão. Conhecer as tendências do mercado será algo simples: sempre que uma avaliação for feita, ela tomará, como base, um número amplo de detalhes que, muitas vezes, não estão disponíveis para os concorrentes.

Isso permite que a empresa se prepare antes da concorrência para as novas ondas do setor. Cada time terá tempo para modelar, testar e implementar novos produtos e serviços. Assim, a marca sempre se manterá dentro das demandas de seu público-alvo.

Já a nova cultura da transformação digital otimiza o modo como as equipes conseguem inovar. Haverá mais integração e compartilhamento de experiências entre as áreas da empresa. Desse modo, o número de pontos que serão considerados sempre que alguém definir como resolver um problema será maior do que o que ocorreria em ambientes não colaborativos.

O próprio fato de possuir uma plataforma digital facilita a inovação. É muito mais fácil introduzir e distribuir uma melhoria via software do que alterar alguma característica em um produto físico.

Utilizando um exemplo de uma indústria tradicional, a Tesla distribui atualizações para seus carros “on the air”, todo mês é disponibilizada alguma melhoria ou recurso adicional. Recentemente, ela ofereceu um upgrade de potência para determinados carros, via update, o que era inimaginável para um carro ou motor mais antigo, de uma montadora tradicional.

6.4. Ganho de espaço para a colaboração entre equipes

A colaboração também causa impactos que vão além da melhoria da inovação. Ela é uma importante forma de criar sinergia entre os times. Junto a isso, ambientes com alta colaboração conseguem reduzir as chances de conflitos ocorrerem.

Quando há colaboração contínua, os times trabalham lado a lado com mais facilidade para resolverem os seus problemas. Todos os grupos de trabalho conseguem definir metas compartilhadas e evitar a redundância em seus fluxos de trabalho. Assim, o ambiente corporativo pode atingir melhor performance, sem comprometer os gastos.

Já os conflitos, passam a ser menos frequentes. Se as trocas de dados são melhor estruturadas, as falhas de comunicação deixam de ser uma realidade. Isso facilita a busca por um caminho de maior sucesso para a empresa a médio e longo prazo, afinal, os times terão menos espaço para erros.

A colaboração pode ser realizada sem barreiras temporais ou geográficas utilizando as ferramentas mais modernas de colaboração.

6.5. Decisões tomadas com maior apoio de dados

Um dos maiores impactos que a transformação digital traz é a cultura de negócios movidos a dados. Colocar informações no centro das suas rotinas de tomada de decisão minimiza um grande número de riscos.

Entre os impactos que esse novo cenário traz, um dos mais marcantes é o aumento da confiabilidade das decisões tomadas pela liderança corporativa. Todos os profissionais saberão que diferentes pontos foram tomados como base para executar as mudanças. Desse modo, as chances de eles executarem o que foi pedido com engajamento crescerão.

Ao mesmo tempo, é possível tomar mais risco para determinados cenários. Como o monitoramento pode ser digital e online, é muito mais simples criar experimentos com grupos menores, testar hipóteses e caso o resultado seja positivo, aplicar em larga escala.

Se os riscos são menores, prejuízos passam a ser menos frequentes. Desse modo, o espaço para novos investimentos será ampliado. Uma vez que o negócio perde menos receitas, os lucros crescem, juntamente com o orçamento para adquirir novas soluções estratégicas.

Conclusão

A tecnologia passa por rápidas mudanças sempre. Novos serviços, produtos e sistemas sempre são criados para atender às demandas do mercado. Mas em alguns casos, eles são capazes de revolucionar a maneira como as atividades são feitas e, com isso, elevar áreas para um novo patamar.

A mais recente mudança que está ocorrendo na área de TI é a transformação digital. No setor industrial ela tem até um nome próprio: Indústria 4.0.

Preparar a sua empresa para a transformação digital é colocar-se a frente da concorrência e garantir um futuro próspero. Com mais integração e inovação, a companhia poderá reduzir custos e ser mais eficiente. Portanto, não deixe de se preparar para esse cenário o mais rápido possível!

Mas lembre-se de que a tecnologia deve ser utilizada para criar um mundo mais próspero para todos. Não esqueça das pessoas ao longo deste processo!

Gostou da nossa dica? Então, assine já a nossa newsletter para receber mais dicas sobre outros tópicos relacionados à tecnologia corporativa!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares