Sistema ERP: descubra as vantagens aqui!

6 minutos para ler

Um ERP para pequenas empresas é capaz de potencializar o empreendimento. Isso se dá em razão da automação de várias tarefas, que é possível de ser feita por meio do sistema e da diminuição (ou ausência) no tratamento de dados — o que corriqueiramente ocorre quando planilhas são usadas. Em razão dessa assertividade, a adoção de um sistema costuma ser um grande salto rumo ao sucesso.

Neste artigo, mostraremos o quanto pode ser benéfico a um negócio usar uma solução tão sofisticada como essa. Você saberá quais são as principais vantagens conseguidas e como um sistema desses pode ajudar na gestão. Por fim, conhecerá quais são os pontos que precisam ser atendidos para fazer a contratação ideal.

Não espere mais e continue lendo agora mesmo!

 

Como um sistema tecnológico pode ajudar na gestão de empresas?

Incorporar o uso de um sistema de gestão integrado pode trazer inúmeros benefícios para o gerenciamento de uma empresa.

Em se falando das pequenas e médias organizações, que normalmente usam planilhas para fazer diversos controles, contar com um ERP significa ter mais controle e confiabilidade sobre os dados inseridos, já que é afastada a possibilidade de erro por inserções manuais.

Além disso, maior segurança é fornecida aos processos. Isso porque o uso de planilhas geralmente acontece sem uma estrutura de segurança formal, o que proporciona o risco de fácil perda ou alterações de informações.

Considerando o principal motivo de fechamento de empresas no Brasil (que é a falta de gestão), um sistema de ERP pode ajudar, inclusive, na continuidade dos negócios, garantindo a sobrevivência da organização no médio e longo prazo.

 

Quais são as vantagens de investir em um ERP para pequenas empresas?

Acompanhe, a seguir, alguns dos principais benefícios proporcionados pela adoção de um sistema ERP para pequenas empresas.

 

Menores custos

Por vezes, essa vantagem não é observada, mas o uso dos dados que são gerados pelo sistema ERP customiza muito o trabalho em uma pequena empresa. As informações sobre o estoque, por exemplo, podem ser gerenciadas pelo software com base no número de vendas.

Esse processo pode indicar quando há necessidade de reposição ou não, liberando recursos para serem investidos em outra área da companhia.

Além disso, o capital humano é melhor aproveitado, pois acaba ficando livre para se concentrar em outras atividades que não são rotineiras.

 

Integração

Uma grande vantagem proporcionada por um ERP faz alusão ao fato de que os setores podem passar a “conversar” entre si. Essa é uma metáfora usada para demonstrar a integração de departamentos que um sistema desses é capaz de oferecer.

O setor de logística pode ser automaticamente informado sobre uma venda, sempre que ela for realizada. Assim, poderá proceder em relação à entrega e, consequente, à reposição de estoque, enviando (também de forma automática) um pedido de nova produção.

Com isso, garante-se uma melhor continuidade dos serviços e melhor atendimento aos clientes. Os possíveis retrabalhos também são evitados, visto que falhas humanas não são inerentes a esse tipo de processo.

 

Confiabilidade

Quando o uso de planilhas predomina a gestão da informação em uma empresa, a susceptibilidade a erros é muito grande. Isso ocorre porque, muitas vezes, não há ligação entre os documentos. Além disso, é comum encontrar informações desatualizadas.

Com o uso de um ERP, essa possibilidade é afastada. O sistema é totalmente integrado, e sempre que uma nova informação é imputada em algum setor, ela se torna visível a toda a empresa.

Assim, os relatórios estarão sempre atualizados, o que aumenta a confiabilidade na análise de dados — independentemente do momento em que ela ocorra.

A gestão torna-se, portanto, muito mais refinada dessa maneira.

 

Apoio na tomada de decisão

Toda empresa é capaz de gerar uma boa quantidade de dados, que podem fornecer importantes insights sobre o negócio. Tomar decisões baseadas nessas informações é crucial para o sucesso do empreendimento. No entanto, esses dados precisam ser reunidos e compilados para que possam ser analisados.

Seria redundante falar que esse tipo de trabalho é difícil de realizar por meio de planilhas. Mas, em um sistema ERP, é perfeitamente possível fazer isso de forma facilitada.

Isso porque existem módulos de geração de relatórios que já expedem a compilação necessária. Assim, as decisões do empreendimento podem ter esse forte apoio dos dados gerados pelo próprio andamento do negócio.

 

Estruturação fiscal

A legislação fiscal no Brasil pode ser muito complexa, a depender do ramo de atuação do empreendimento. Um sistema ERP pode ajudar nessa tarefa, simplificando obrigações por meio de suas regras internas. Isso ajuda a simplificar uma parte extremamente burocrática do negócio.

 

Como escolher um bom sistema?

O primeiro passo para uma escolha acertada de um sistema de ERP é olhar para dentro da própria empresa. É necessário enxergar as próprias necessidades para, então, buscar uma solução no mercado.

Dessa forma, o sistema escolhido deve atender à demanda do empreendimento, e a opção deve ser feita considerando esse fator.

Outro ponto importante é verificar a capacidade de integração do ERP com outros sistemas já usados pela companhia.

A facilidade de uso conta bastante também, pois, de acordo com o grau de dificuldade, serão necessários mais ou menos dias de treinamento da equipe. A solicitação de uma apresentação do fornecedor pode dar uma boa visão a respeito disso.

Além de todos esses pontos, faz sentido buscar referências no mercado de empresas que já adquiriram a solução. Assim, pode-se saber se o produto tem boa procedência.

Por fim, verifique como se dá a integração do ERP com a internet e se existe a opção de acesso remoto — ou seja, se o ERP pode ser acessado fora das dependências da empresa.

Escolher um sistema ERP para pequenas empresas é uma tarefa que exige cuidado, pois a decisão precisa atender aos requisitos para que alcance o sucesso esperado.

Nesse sentido, a Smart Consulting pode ajudar você, pois oferece sistemas que funcionam na nuvem operando no modelo SaaS. Isso traz grande versatilidade ao trabalho da equipe, além de ser altamente customizável e ainda apresentar a grande vantagem de contar com um grande fornecedor: o Microsoft Business Central.

Gostou do conteúdo? Então, entre em contato e conheça o Dynamics 365 Business Central, a suite de trabalho ideal para pequenas e médias empresas!

Share and Enjoy !
Posts relacionados

Deixe um comentário