Retorno ao Local de Trabalho: É hora de voltar?

7 minutos para ler

O assunto mais comentado nesse segundo semestre é retorno ao local de trabalho. Afinal, qual o melhor momento e a melhor forma de retornar as atividades e se adaptar ao novo “normal”?

Em 2020 o trabalho remoto foi imposto de forma abrupta, e fez com que empresários e funcionários adaptassem suas rotinas aprendendo a lidar com filhos, cães, vizinhos e cônjuges no ambiente de trabalho, o que para muitos pode ser difícil pois pode atrapalhar o dia a dia.

Todos têm se questionado sobre quando e qual a melhor forma de retornar as atividades e quais as adaptações necessárias nas empresas para garantir o retorno seguro dos funcionários.

Por isso nós do time Smart listamos alguns pontos que podem te ajudar a tomar as melhores decisões e dimensionar o melhor modo de trabalho para sua empresa:

 

Conheça a sua equipe

Acredito que o primeiro passo seja avaliar como seu time se sente com a ideia. Impor o retorno ao escritório pode passar uma percepção negativa, mesmo quando as empresas mostram toda a preocupação e adequação do ambiente de trabalho para tomar todo o cuidado necessário.

Então antes de tomar a decisão de retornar, marque um call com seu time, e caso seja muito grande, dispare uma pesquisa interna e apresente os resultados, faça uma campanha e conheça o sentimento da equipe com relação ao tema.

 

Explore os resultados no período de home office

Também é importante analisar os resultados da empresa sob este novo cenário. É fato que nem todos os funcionários se adaptaram 100% ao trabalho remoto (as pessoas podem ter problemas com internet, não ter um local adequado para o home office), porém é importante saber o quão satisfeito o time está.

Avalie os indicadores de desempenho da equipe: como está a produtividade, vendas, clima. Neste ponto, ajuda bastante ter o processo digitalizado, bem definido.

Além disso sua empresa pode avaliar a opção de trabalhar num formato híbrido (part time home-office/ part time in company). Assim pode-se manter, mesmo que de forma intercalada, o contato com colaboradores e o trabalho em equipe.

 

Avalie os custos do seu ambiente de trabalho

Claro que não podemos esquecer a infraestrutura necessária para um ambiente de trabalho. É notório que muitas empresas tiveram que mudar de local, devolver salas, reduzir o quadro de funcionários, adaptar as despesas para o novo cenário e até mesmo investir quase todo o orçamento na disponibilização de acesso remoto ao trabalho no período de pandemia. Não é barato manter uma infraestrutura sem uso. Por outro lado, algumas empresas, como e-commerce, serviços de entrega e provedores de tecnologia viram sua demanda aumentar e tiveram que responder a picos de demanda.

Caso sua empresa tenha um bom desempenho com o trabalho remoto, é importante validar a possibilidade de trabalhar de forma híbrida ou 100% remota, o que reduz significativamente os custos com espaço físico, luz, água, etc.). Além disso, vale lembrar que o deslocamento dos funcionários até a empresa leva tempo e as chances de acontecerem imprevistos existe (não é legal se atrasar, né?!).

Com trabalho remoto você elimina o tempo de deslocamento dos funcionários possibilitando que eles aproveitem melhor o dia de trabalho e abram espaço para que possam fazer atividades extras, possibilitando uma melhor qualidade de vida para eles.

Por outro lado, é importante verificar se o balanço de custos que o colaborador possui trabalhando em casa ou no escritório está equilibrado. Por um lado, economiza-se com alimentação fora de casa, deslocamento, roupas, mas pode ser necessário investir num ambiente melhor de trabalho em casa, e haver aumento de custos com Internet, luz, água, mercado, …

 

Estude a volta para o local de trabalho

Como todos sabem, a pandemia ainda não foi controlada e há várias medidas que precisam ser tomadas para garantir o retorno seguro ao trabalho no escritório:

  • Disponibilização de máscaras e materiais de proteção;
  • Acompanhamento de informações de saúde;
  • Checagem de temperatura;
  • Rastreamento de contatos;
  • Distanciamento entre mesas, acessos e em salas de reunião;
  • Barreiras físicas;
  • Medidas adicionais de limpeza e higienização;
  • Dispensação de alimentos;
  • Deslocamento seguro ao trabalho.

É preciso avaliar as normas vigentes, suas alterações e verificar se sua empresa consegue atendê-las e até mesmo se vale a pena.

O legal é que já existem várias soluções prontas para apoiar o retorno ao local de trabalho:

Ou você pode automatizar os processos necessários utilizando soluções low-code / no-code:

  • Power Apps
  • Force.com
  • Appian
  • Google App Maker
  • Pega Plafform

E softwares para pesquisa, como:

  • Survey Monkey
  • Dynamics 365 Customer Voice

Se você precisar de algum apoio, é só entrar em contato com a gente.

 

Analise os dados e tome a melhor decisão

Depois de coletar todas as informações, é fundamental que sejam avaliadas as informações de vários pontos de vista e levar em conta a que essa nova realidade pode favorecer seu negócio e até mesmo permitir que você tenha mais tempo com a sua família, pratique um novo esporte e até mesmo adquira novos hábitos.

 

Acompanhe, mantenha o canal de comunicação aberto e mantenha o engajamento

É super importante incentivar que seus colaboradores mantenham o engajamento, mesmo que retomem o trabalho no escritório, mantenha sua equipe unida, promova interações, faça com que conversem entre si. Além disso após a decisão ser tomada, apresente-a para o time. Entenda as restrições do time – seja para o retorno ao escritório, caso algum funcionário seja do grupo de risco, ou para manter o trabalho remoto, no caso de problemas de conexão com a internet e dificuldades de adaptação – e esteja disposto a ajudá-los e passar segurança para o time.

O trabalho remoto em grande escala é algo novo para a maioria das pessoas e empresas. Desta forma, é importante monitorar continuamente. Não há garantias de que uma boa satisfação atual vai durar para sempre. Algumas pesquisas apontam que o isolamento pode trazer problemas como depressão ou perda da criatividade.

 

O que fizemos por aqui?

Nossa experiência aqui na Smart tem sido boa com o home office, com a maioria das pessoas apontando mais vantagens do que desvantagens. Mas também temos identificado agora no final do ano que as pessoas estão bem cansadas, muito em função dos medos que a pandemia trazem, mas também em função da dupla jornada em casa, conciliando tarefas domésticas e do trabalho.

Nossa decisão foi manter o trabalho remoto até que não haja restrições e todos se sintam seguros. Por sorte, trabalhamos com tecnologias que nos permitem fazer isto.

Infelizmente já acompanhamos vários casos graves próximos e chegamos à conclusão que não vale a pena correr riscos desnecessários.

E em 2021, nosso plano é voltar ao escritório, de forma mais flexível e produtiva. Não vemos a hora de ver nosso time reunido novamente 😊

 

Conclusão

O mais importante é que mesmo com a nova realidade, e a incerteza de como as coisas voltarão ao normal, o motor que gira a sua empresa é a equipe que está disposta a trabalhar para alcançar os objetivos e passar por tudo isso junto!

Posts relacionados

Deixe um comentário

shares