Quadrantes

O que é o Quadrante Mágico Gartner?

Sharing is caring!

Quem é a Gartner? O que é o Quadrante Mágico Gartner? E como usá-lo para escolher sua plataforma de CRM?

Provavelmente você já ouviu falar sobre o Quadrante Mágico Gartner. Ao iniciar a avaliação de uma solução de software, como CRM, ERP, ou BI, provavelmente os vários fornecedores consultados mostrarão como seus produtos estão posicionados nos Quadrantes Mágicos da Gartner e na Forrester Wave.

É uma forma de atestar que a solução oferecida está entre as principais e melhores soluções de mercado, mostrar credibilidade, seus diferenciais e sua posição relativa entre os concorrentes.

Mas qual o significado destas informações e como elas podem ser úteis? Neste artigo, vamos abordar o Quadrante Mágico da Gartner.

Quem é a Gartner?

A Gartner é uma das principais empresas mundiais especializadas pesquisa e consultoria em tecnologia da informação. Sua missão consiste em gerar informações, métricas e análises a respeito de tecnologia para que seus clientes tomem decisões estratégicas. Possui 9.100 clientes, 6.600 associados, incluindo mais de 1.500 analistas de pesquisa, consultores, em 85 países.

A Gartner possui grande experiência e credibilidade no mercado de Tecnologia da Informação. Seus estudos e recomendações ajudam na definição de projetos e orçamentos de TI.

O que é o Quadrante Mágico?

A Gartner publica regularmente estudos chamados de Quadrantes Mágicos, que avaliam provedores de tecnologia para as mais diversas aplicações.

O estudo apresenta uma visão de alto nível dos principais provedores para um determinado mercado de tecnologia. Ele mostra como as soluções estão posicionados para atender uma empresa a longo prazo. A Gartner aplica um conjunto uniforme de critérios de avaliação aos competidores e os posiciona relativamente em um gráfico.

Desta forma um quadrante mágico ajuda a identificar rapidamente os principais fornecedores de tecnologia, como eles estão executando suas visões declaradas e como eles desempenham em relação à visão de mercado da Gartner.

Os provedores são dispostos em quatro quadrantes:

Líderes (Leaders) executam bem em relação a sua visão e estão bem posicionados para o futuro.

Visionários (Visionaries) entendem para onde o mercado está indo ou têm uma visão para alterar as regras do mercado, mas ainda não a executam bem.

Fornecedores de Nicho (Niche Players) focam com sucesso em um segmento menor, ou não possuem foco, não são inovadores ou não desempenham melhor que os outros.

Desafiantes (Challengers) executam bem hoje ou devem dominar um grande segmento, mas ainda não demonstram entendimento da direção do mercado.

Baixe o infográfico Dynamics 365
Quadrante Mágico Gartner
Quadrante Mágico Gartner

A lista com os 161 Quadrantes Mágicos disponíveis pode ser obtida no site da Gartner.

Como usar o Quadrante Mágico da Gartner?

O quadrante mágico permite uma visão geral dos provedores de tecnologia que poderiam ser considerados para um projeto de TI, para uma determinada aplicação ou mercado.

Desta forma, numa primeira análise, se uma solução que está sendo analisada não aparece no quadrante, ela pode ser uma solução muito simples, ter um market share muito pequeno ou focar em um nicho muito específico. Não temos ciência de fornecedores locais listados pela Gartner.

Ou seja, provavelmente não será muito flexível ou customizável, e o fornecedor será menor, não tendo tanta capacidade de evolução ou inovação ao longo do tempo. Mas não há regra geral. Há soluções fantásticas não listadas.

Passando para a análise das soluções presentes no Quadrante Mágico, os líderes possuirão uma maior capacidade de entrega e evolução. As demais soluções serão um pouco mais limitadas.

Entretanto, tudo é relativo, esta solução “não líder” (ou até que não apareça no quadrante) pode se adequar perfeitamente para o projeto em análise. Só é preciso ter uma boa visão das capacidades e limitações da ferramenta e da possibilidade de evolução a médio e longo prazo.

A seguir, procure ler o relatório completo. É apresentada uma visão geral de cada fornecedor, com os principais pontos fortes e fracos, bastante isenta. Lembramos que a Gartner é uma instituição independente e que o Quadrante Mágico é gerado a partir de pesquisas de mercado.

Como obter os relatórios da Gartner?

Em primeiro lugar, você deve consultar se há um quadrante mágico para a solução que você está analisando. Você pode usar o Google ou checar a lista com os 161 Quadrantes Mágicos Gartner disponíveis.

Em seguida, você pode adquirir os relatórios diretamente da Gartner ou no site dos fornecedores que aparecem no quadrante. Muitos deles possuem licença para distribuição e você conseguirá uma cópia gratuitamente. Por exemplo, a Microsoft oferece alguns quadrantes mágicos para CRM e ERP em Reconhecimento da indústria e relatórios > Gartner.

Se você precisar de informações mais aprofundadas, a Gartner oferece também indicadores e perspectivas adicionais, mediante a contratação de seus serviços.

Quadrantes Mágicos que mais utilizamos

Aqui na Smart, nós trabalhamos com soluções para análise de dados, Inteligência Artificial, Relacionamento com cliente, ERP e desenvolvimento de aplicações low code / no code. Desta forma, acompanhamos os quadrantes dos provedores destas soluções.

Confira aqui um quadro resumido com os Quadrantes Mágicos Gartner de 2020.

Precisa de apoio na implementação de uma solução de negócios? Entre em contato conosco e converse com nossos experts.

Notas: este post baseia-se em informações obtidas no site da Gartner. O trecho “Como usar o Quadrante Mágico da Gartner?” é a opinião do Time Smart a respeito da utilização das informações do Quadrante Mágico.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares