Metodologias Ágeis: o que são e quais as vantagens

6 minutos para ler

As metodologias ágeis garantem maior otimização dos processos por meio de práticas e estratégias que aumentam a eficiência da empresa. Elas apresentam métodos inteligentes com soluções inovadoras para que as empresas tenham uma boa experiência em seus projetos.

Ao contrário de modelos mais tradicionais, compostos por procedimentos longos e objetivos pré-definidos, as metodologias ágeis apresentam uma proposta diferenciada, defendendo o encurtamento dos processos e entregas em menor tempo. A ideia é, justamente, manter o foco no aperfeiçoamento e no alinhamento das equipes corporativas.

Acompanhe este texto e entenda o que são e quais as maiores vantagens de utilizar as metodologias ágeis no seu negócio!

 

O que são metodologias ágeis?

As metodologias ágeis consistem em um conjunto de técnicas voltadas para a gestão de projetos, oferecendo mais rapidez, eficiência e flexibilidade. O objetivo da adoção das metodologias ágeis é aperfeiçoar os métodos de gerenciamento das empresas de diferentes áreas.

Assim, as metodologias ágeis tornam os procedimentos e as práticas corporativas muito mais simples, dinâmicas e interativas, desde a concepção da ideia até o desenvolvimento do produto final. Isso é possível porque o modelo ágil tem como característica entregas mais rápidas e de alta qualidade.

Basicamente, elas se baseiam em quatro pilares:

  • comunicação;
  • praticidade;
  • alinhamento de expectativas e colaboração;
  • adaptabilidade e flexibilidade.

A partir desses critérios, os fundadores das metodologias ágeis estabeleceram princípios para serem incorporados na gestão corporativa.

Nesse sentido, elas representam uma alternativa vantajosa, principalmente para as organizações que atuam em setores ligados à tecnologia. Isso porque o método engloba orientações e práticas que contribuem para que as equipes desenvolvam soluções inovadoras, que auxiliem no desenvolvimento dos projetos.

 

Quais são os diferenciais das Metodologias Ágeis em relação às modalidades tradicionais?

Os modelos mais tradicionais de gestão de projetos seguem padrões de gerenciamento de pessoas e processos repetitivos, independentemente do tipo de empresa. Esse tipo de metodologia tem como maior foco o produto em si, e não as necessidades dos clientes.

As metodologias convencionais são indicadas para organizações que conhecem o escopo de seus produtos e projetos. Elas trazem previsibilidade de custos e tornam possível antecipar as atividades, permitindo que a corporação utilize os recursos de maneira específica.

Já os métodos ágeis são recomendados para as companhias que não têm muitas informações sobre o projeto ou que atuam em um ambiente em constante transformação. Isso exige uma forma de condução diferenciada, que leva em consideração os problemas e as mudanças como naturais e inevitáveis.

Além de tudo, as ferramentas utilizadas nas metodologias tradicionais se diferem das ferramentas utilizadas na gestão de projetos ágeis. Os modelos tradicionais se baseiam em etapas mais rígidas e controladas, enquanto as metodologias ágeis têm como fundamento a flexibilidade e a adaptabilidade das estratégias.

 

Quais são as principais metodologias ágeis?

Para entender de vez como funcionam as metodologias ágeis, é importante conhecer as principais ferramentas existentes no modelo e como eles são utilizados no mercado. Confira a seguir.

 

Scrum

O Scrum é um método que apresenta processos e técnicas de gestão ágeis, voltados principalmente para o desenvolvimento de projetos de software. Com a ferramenta, a equipe de trabalho segmenta os projetos em ciclos, conhecidos como sprints.

O foco do Scrum é tornar a resolução de problemas mais produtiva e intuitiva. Além de tudo, a padronização fornecida pelo Scrum permite que os ambientes organizacionais desenvolvam produtos de forma mais eficiente.

 

Kanban

Kanban é uma metodologia ágil criada para organizar as inúmeras tarefas de uma empresa. A ferramenta deixa visível para todos os envolvidos quais são as etapas de cada uma das atividades, seja com post-its coloridos ou softwares virtuais.

Essa metodologia ágil pode ser aplicada em departamentos de marketing, em indústrias e também funciona para as funções de desenvolvedores. O Kanban agiliza os processos e organiza por partes toda a execução dos projetos, permitindo maior otimização para as equipes de trabalho.

 

Lean

O método Lean tem como foco principal a otimização de todos os processos envolvidos na criação, no lançamento e no desenvolvimento de uma empresa. A ideia é aproveitar ao máximo os recursos já disponíveis e melhorar os procedimentos, buscando sempre por resultados eficientes.

A metodologia ágil do Lean tem como base técnicas inovadoras, avaliação de tendências do mercado e o monitoramento da concorrência. Com isso, é possível implementar no negócio processos muito mais simples e eficazes, desde a etapa de produção até a logística.

 

Quais são as vantagens de utilizar as metodologias ágeis?

Atualmente, as empresas adotam as metodologias ágeis por uma série de motivos. Elas buscam transformação estrutural, operacional e estratégica, com o intuito de acelerar a entrega de produtos, gerenciar prioridades e melhorar a produtividade. Veja a seguir quais são as principais vantagens do modelo de gestão ágil.

 

Maior eficiência

Com um processo produtivo mais rápido e eficaz, as equipes podem trabalhar com maior eficiência e produtividade. Isso porque os colaboradores focam naquilo que realmente traz valor ao cliente. Ou seja, as atividades consideram os componentes e as tarefas que realmente fazem a diferença para o consumidor.

 

Melhora na previsão do cronograma e dos custos

Da mesma forma, há uma melhora significativa na previsibilidade do cronograma e também dos custos. Os testes e as modificações em um projeto, por exemplo, são realizados em conjunto com a etapa de desenvolvimento, o que torna a comunicação entre a equipe mais transparente, direta e eficaz em todas as etapas.

 

Maior qualidade do produto

Os produtos finais desenvolvidos por meio de metodologias ágeis são liberados para o mercado de acordo com as dores e necessidades dos clientes. Assim, as empresas podem atingir uma melhor qualidade final de seus produtos, o que aumenta a vantagem competitiva, a lucratividade e a preferência dos consumidores.

 

Redução de riscos

Com um gerenciamento ágil, as companhias podem redefinir suas prioridades e realizar mudanças de forma mais flexível, o que contribui diretamente para a redução de riscos. Isso ocorre porque há grande enfoque nos prazos, de forma que é possível sincronizar as etapas com o cronograma de execução de orçamento do projeto.

As metodologias ágeis representam cada vez mais uma prioridade para os gestores corporativos. Ao contrário dos modelos tradicionais, esse modelo de gerenciamento tem como foco a simplificação e a otimização dos processos, sem que ocorram perdas significativas na qualidade dos projetos e dos produtos finais entregues aos clientes.

Gostou do conteúdo? Aproveite a visita e assine a newsletter da Smart Consulting para ficar por dentro de todas as nossas novidades!

Share and Enjoy !
Posts relacionados

Deixe um comentário