gestão da mudança

Entenda a importância da gestão da mudança e como estruturá-la na empresa

Sharing is caring!

Para se manter forte e competitiva no mercado, a verdade é que a companhia precisa estar em contínua adaptação para atender as demandas que crescem continuamente e colocam em xeque a sua capacidade de ajuste a novas realidades. Nesse sentido, é fundamental que uma empresa compreenda e implemente uma gestão de mudança efetiva.

Após conhecer a sua importância, é preciso entender como implantar essa gestão e quais os passos a serem seguidos para que esse processo tenha sucesso. Para saber mais sobre o assunto, continue neste post e tenha uma boa leitura!

Importância de uma gestão de mudança

A velocidade com que ocorrem as inovações tecnológicas, a necessidade por produtos cada vez mais personalizáveis e as mudanças de ideias e comportamentos são alguns dos motivos para considerar a implantação de processos de gestão de mudanças. Afinal, esses fatores refletem as crescentes expectativas de consumidores em relação aos serviços e bens de consumo.

Assim, para não perder espaço no mercado e continuar ofertando objetos de valor, é necessário que a empresa adote uma mentalidade de contínua adaptação para suprir os anseios de seus clientes e o crescimento de seus negócios. Por isso é tão importante que um empreendimento desenvolva processos de gerenciamento de mudanças.

Vale destacar, porém, que os colaboradores da entidade também precisam assimilar essa postura de acomodação às transformações e, inclusive, levá-las para o plano pessoal, buscando sempre a adequação ao que é novo. Do contrário, mesmo que seja implantada uma forte gestão nesse sentido, os resultados esperados não serão obtidos.

Níveis de gerenciamento de mudanças

Aqui, é importante ressaltar que, para que tenham um efeito desejado, as transições precisam ser feitas de forma estruturada. Mesmo assim, elas acontecem de formas variadas, em concordância com a finalidade almejada e em diferentes níveis. Confira!

Mudança incremental

Esse tipo de mudança é a mais recorrente e, como o próprio nome sugere, significa a adição de algo que traga melhorias para a rotina da empresa. Trata-se, portanto, de implantar práticas, projetos, serviços, sistemas e facilidades que otimizem os processos dentro de uma companhia.

Mudança planejada

A mudança planejada é pensada para a companhia continuar obtendo o máximo de eficiência. Normalmente feita em períodos menos turbulentos, essa prática consiste na elaboração de planos para que a empresa continue entregando valor e mantenha uma posição de destaque no mercado.

Mudança emergente

Essa é uma forma de a instituição continuar firme diante de situações perigosas. Realizando uma mudança emergente, por exemplo, a entidade encontra meios para superar processos de declínio e restabelecer o seu equilíbrio.

Mudança radical

As vezes são necessárias mudanças profundas em uma companhia para que ela possa continuar viva no mercado. Uma transformação radical é uma completa alteração das atividades ou, até mesmo, da área de atuação.

São incluídas nesses processos, por exemplo, algumas operações de fusão e aquisição que visam, entre outras coisas, a ampliação do market share, o ganho de economia de escala e o crescimento menos dispendioso.

Baixe o infográfico Dynamics 365Powered by Rock Convert

Principais etapas em processos de transformação

Como falado anteriormente, toda mudança precisa ser bem coordenada para dar os resultados esperados. Por isso, algumas etapas são comuns nesses procedimentos e ajudam a fortalecer a mudança realizada. Veja!

Descubra os pontos que precisam ser melhorados

O primeiro passo para implantar uma mudança é reconhecer o que precisa ser melhorado. Afinal, todo o processo acontece para otimizar algo ou remover falhas. Dessa forma, identificando o que precisa ser alterado, torna-se mais fácil o estabelecimento de metas, a escolha dos envolvidos nesse projeto, além de conferir clareza e solidez para o que será realizado.

Gere um sentido de urgência e busque a adesão de todos os interessados

Tudo o que é novidade, para ter sucesso, precisa ser aceito por todos os envolvidos. Assim, é crucial que sejam apresentados os motivos para a mudança, para que todos entendam que essas transformações são necessárias e urgentes. Isso vai gerar a adesão que é indispensável para o êxito desse empreendimento.

Elabore uma estratégia e planeje a mudança

O planejamento de como a mudança será feita e a metodologia adotada é um passo fundamental para o sucesso do empreendimento. Trata-se de delinear o início da implantação, o caminho a ser percorrido e o objetivo final de todo o processo.

Nessa fase, deve ser feito o levantamento de recursos necessários para a operação, o time que vai protagonizar a mudança e definição de metas e indicadores para avaliação e tomada de decisões com base em dados sólidos. Aliás, como se trata de um projeto, lembre-se de que ele está sujeito a alterações e que, portanto, precisa ser fundamentado em informações precisas para obter êxito.

Melhore a comunicação e agilize a mudança

Qualquer que seja a iniciativa, é natural que surjam problemas como entraves burocráticos, falhas na comunicação e falta de capacitação dos colaboradores. Por isso, é importante que haja remoção desses obstáculos para facilitar o sucesso do empreendimento.

Nesse sentido, melhorar os veículos de informação dentro de uma companhia é ação fundamental para que não existam dificuldades de compreensão sobre o andamento e as tarefas na implantação de mudanças. Além disso, remover algumas ações burocráticas faz com que a implantação se torne mais ágil e eficaz.

A formação (treinamento) dos membros também é parte fundamental do processo e precisa ser feita com todos, principalmente com o time envolvido diretamente na empreitada. Assim, equívocos são evitados e o processo se torna bem-sucedido.

Gestão de mudanças e o gerenciamento de projetos

Em geral as mudanças são realizadas por meio de projetos. E os projetos também estão sujeitos a alterações, mesmo com o melhor planejamento possível, que podem ser decorrentes de outras mudanças no negócio. Enfim, o ciclo causa/efeito é infinito.

Dessa forma, colaboradores e gerentes precisam assimilar as modificações que surgem e aprender a administrar as alterações definidas. Logo, é fundamental que a cultura da entidade abarque a gerência de transformações para que os projetos tragam os resultados desejados.

Uma companhia que comporta uma gestão de mudanças em seus hábitos internos tende a desenvolver iniciativas com maiores chances de sucesso. Afinal, isso é algo que já estará incorporado em todos os membros da equipe.

Gostou do que leu? Saiba que temos outros assuntos que podem agradar a você. Então, curta a nossa página no Linkedin e fique por dentro das novidades. Até outra hora!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares