erp e crm

Aprenda agora o que é ERP e CRM e quais suas principais diferenças!

Sharing is caring!

Para garantir que as empresas tenham sucesso nas suas estratégias, é importante contar com o apoio da tecnologia. Duas que podem auxiliar a companhia em processos de pós-vendas e na aquisição de novos consumidores são o ERP e o CRM.

Investir em ERP e CRM é algo que torna negócios mais eficazes, movidos por dados e com posicionamento inteligente. Todos conseguirão identificar o que consumidores demandam e como planejar estratégias de relacionamento com o público-alvo da empresa. Ao mesmo tempo, as rotinas serão mais ágeis, automatizadas e integradas.

Quer saber mais sobre o tópico e como a integração entre ERP e CRM pode gerar melhores resultados? Então, confira o post a seguir!

O que é um ERP?

O termo ERP (Enterprise Resource Planning, ou Planejamento de Recursos Corporativo, em uma tradução livre) é normalmente utilizado para denominar uma categoria de software de gestão empresarial, utilizado para coletar, armazenar, gerenciar e interpretar dados e processos de várias atividades de negócio (Wikipedia). Ele permite ao negócio manter um controle centralizado sobre dados corporativos, como os de vendas, contabilidade e produção.

Geralmente dividido em módulos, mas que gravam as informações em um banco de dados único, o ERP pode ser integrado a outras aplicações para otimizar os seus dados. Desse modo, o time conseguirá integrar o ERP em mais rotinas administrativas e, com isso, tornar a empresa mais eficaz.

O que é um CRM?

O CRM (Customer Relationship Management, ou Gerenciamento de Relacionamento com Cliente, em uma tradução livre) é um sistema utilizado para unificar dados de clientes e o seu histórico de relacionamento com a empresa. Com um bom CRM, a empresa pode melhorar o seu posicionamento e garantir que a marca sempre estará alinhada com as demandas de seu público-alvo.

Essa ferramenta pode ser utilizada para as rotinas de vendas, ajudando vendedores a qualificarem leads. Ela também é útil em processos de pós-vendas, tornando o suporte mais eficaz, ágil e capaz de resolver problemas com precisão.

CRM é frequentemente utilizado como sinônimo para os softwares que ajudam a implementar a estratégia de relacionamento com cliente. Entretanto, é importante lembrar que CRM é mais do que software:

CRM é a estratégia que une processos, software e pessoas para gerenciar as interações com clientes e possíveis clientes, com o objetivo de construir relacionamentos duradouros, aumentar vendas, melhorar o atendimento (experiência do cliente) e aumentar a rentabilidade.

O que considerar ao investir nessas soluções?

O investimento em ERP e CRM deve ter em conta fatores semelhantes. Por serem ferramentas que se integram a várias atividades, a sua aquisição deve ser planejada para evitar riscos e problemas de segurança. Veja abaixo quatro passos que devem ser tomados ao investir nessa solução!

Avalie a reputação do fornecedor

A reputação do fornecedor é um ponto-chave para fazer um investimento robusto. Afinal de contas, é ele que ajudará você na integração da ferramenta no dia a dia e em parte dos processos de suporte.

Por isso, não deixe de verificar o feedback de consumidores e a experiência da empresa na sua área de atuação. Não deixe de verificar, também, como a empresa lidou em projetos semelhantes ao seu. Isso facilitará o alinhamento das expectativas e reduzirá riscos.

Confira as funcionalidades

As funcionalidades são um ponto muito importante para o sucesso do projeto. Por isso, não deixe de validar se elas podem atender às demandas da sua empresa.

Além disso, verifique se a ferramenta pode ser integrada completamente na sua infraestrutura. O software precisa ter mecanismos que permitam a fácil integração com outros sistemas, evitando criar silos de informações. O ideal é que eles tenham API’s (Aplication Programming Interfaces), que permite que as aplicações “conversem” entre si.

Para tornar a verificação mais eficaz, faça uma análise dos objetivos internos. Também busque conhecer as demandas de equipes e os seus problemas comuns. Esse conhecimento torna a avaliação das funcionalidades mais inteligente e focada no que pode auxiliar a empresa a médio e longo prazo. Procure criar uma planilha de avaliação para poder comparar as soluções.

Baixe o infográfico Dynamics 365Powered by Rock Convert

Usabilidade

Uma boa usabilidade é obrigatória! Um software difícil de usar colocará em risco todo o investimento, pois os usuários vão detestar utiliza-lo e colocarão várias barreiras. Procure assistir demonstrações aprofundadas e teste “na prática”.

Considere os recursos de segurança

Segurança digital deve sempre ser considerada quando falamos de investimentos em TI. Por isso, faça uma análise das funcionalidades de controle do sistema. Ao mesmo tempo, verifique se os processos de desenvolvimento estão alinhados com os padrões do mercado, o que reduz riscos a médio e longo prazo.

Um bom software é criado com práticas inteligentes e com testes contínuos. Os recursos devem permitir o acompanhamento dos usuários e bons controles de acesso. Isso diminui riscos de vazamentos e melhora a habilidade de a empresa evitar ataques.

Customização

Não há uma empresa igual a outra. O ideal é que os softwares permitam personalização, de forma a atender perfeitamente a necessidade de sua empresa. Os recursos passam pela possibilidade de criar novos campos, alterar processos, criar workflows ou até mesmo incorporar inteligência artificial.

Verifique o tipo do suporte

O suporte do desenvolvedor é fundamental para a empresa durante o uso diário de um ERP e CRM. Portanto, avalie os canais de atendimento e o nível de disponibilidade.

O ideal é que o atendimento ocorra em vários canais, em português, possa ser acionado a qualquer hora e tenha o menor SLA possível de atendimento e resolução. Ter uma documentação disponível online também é um bom sinal. Isso garante que a empresa poderá solucionar dúvidas e problemas rapidamente sempre, mesmo nos momentos em que o time de suporte não estiver disponível para prestar apoio.

Por que integrar essas soluções é uma boa ideia?

A integração entre ERP e CRM é uma ótima forma de aproveitar melhor os recursos de ambas as soluções. Adotando uma plataforma unificada, a empresa consegue integrar processos e criar uma visão única de seus processos, ampliando o uso das aplicações e o compartilhamento de dados internamente.

Unificar as duas soluções pode agilizar as rotinas internas, uma vez que os times farão o envio e o recebimento de dados automaticamente. As possibilidades de tomar decisões mais robustas e inovadoras também é otimizada: com dados mais amplos, o BI e o Big Data podem ser empregados considerando uma quantidade maior de fatores para a companhia.

Se a empresa não tem uma equipe preparada para fazer essa integração manualmente, investir em soluções que já contam com recursos de ERP e CRM unificados pode ser uma ótima escolha. Esse é o caso, por exemplo, do Dynamics 365, da Microsoft. Esse aplicativo elimina a necessidade de integração, reduzindo custos e tornando o uso diário muito mais ágil e fácil.

Investir em tecnologia é algo que deve estar no planejamento de qualquer empresa. Boas soluções tecnológicas reduzem custos, melhoram indicadores de performance e colocam a companhia à frente dos seus concorrentes. Se bem feito, o investimento também facilitará o aumento da inovação e otimizará o posicionamento da marca diante dos concorrentes.

Por isso, sempre procure adotar soluções como um ERP e CRM, especialmente os integrados nativamente. Isso garantirá que a empresa poderá otimizar as suas rotinas e inovar mais. Afinal, os times terão uma maior integração e mais dados para tomar decisões com foco na eficiência e satisfação do cliente.

Curtiu a nossa dica? Então, compartilhe este post entre os seus contatos para que mais pessoas saibam sobre o uso dessas soluções!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

shares